REFLEXÃO PARA O SEU DIA A DIA

quinta-feira, 10 de maio de 2012

CASAMENTO BLINDADO:( 1ª AULA ) E SERÃO AMBOS UMA SÓ CARNE E DOIS CONJUNTOS DE PROBLEMAS


Quando duas pessoas se casam, ambos trazem para dentro do casamento os seus próprios problemas e questões pessoais. O que você não vê no fino convite de casamento são coisas como: "João,viciado em pornografia, sofreu muito com bullies quando era criança, um homem extremamente inseguro, vai se casar com Maria, abusada durante a infância, uma bomba-relógio ambulante, disposta a qualquer coisa que a tire da casa  dos pais." Alguém tem alguma ideia de onde esse casamento vai parar?

No dia do seu casamento, você só conhece cerca de 10-20% da pessoa com quem está casando, isso na melhor das hipóteses. E a maior parte consiste apenas em conhecimento do lado bom dele ou dela. Isso porque a maioria de nós sabe esconder direitinho os próprios defeitos enquanto está namorando (razão pela qual faço questão de expor personalidade e passado durante o período de namoro, a fim de diminuir as surpresas).

Somente com o passar dos anos, e depois de enfrentar muitos desafios e circunstâncias adversas juntos, é que o casal começa a se conhecer de verdade.

As diferenças se tornam mais evidentes, há um choque de personalidades, segredos são revelados e começam a sufocar o relacionamento. E agora? Quando você não sabe o que fazer com essas diferenças, os problemas ficam mal resolvidos e o casamento se deteriora. Se nada mudar, dentro de poucos anos o divórcio acontece. A propósito, o que é o divórcio senão uma maneira de fugir dos problemas conjugais que nunca foram resolvidos?

Casamento felizes dão trabalho. Eles não acontecem por acaso. E tudo começa com você reconhecendo os seus problemas e lidando com eles, ao invés de ficar se concentrando nos defeitos do seu companheiro(a). Lembre-se: se você resolver as suas questão pessoais, metade dos seus problemas conjugais estarão revolvidos - antes mesmo de o seu companheiro mudar um pouquinho que seja. Quando eles veem o quanto você mudou, e parou de exigir que eles mudassem, eles acabam se sentindo mal de continuar da mesma maneira.

Por Renato Cardoso


1 comentários:

  1. Nossa, vivi exatamente essa situação, nos separamos há 3 meses e ficamos casados por 4 anos, eu o amo muito ainda, mas sei que meus problemas e os dele causaram nossa separação, nao fomos maduros para resolver, estavamos sempre estourando um com o outro, se eu pudesse voltar no tempo faria diferente, seriamos mais felizes, mas agora nao sei como fazer para reatar nossa familia....:(

    Ana

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...